segunda-feira, 9 de novembro de 2009

O Vosso servo é humano...
Tantas vezes, Senhor,
vezes demais,
o coração do Vosso servo sofre e chora...
pois tanto lhe tendes dado
e ele, tão pouco Vos tem retribuído.
Cumulaste-o com a Vossa graça
e ele não Vos é fiel...
por isso sofre e chora.
Queria ser parecido a Vós,
queria que olhando para ele
Vos vissem a Vós...
até porque a isso o chamais,
essa é a sua vocação,
"in persona Christi".
Mas, como sabeis, Senhor,
o Vosso servo é humano...
"não faz o bem que quer e faz o mal que não quer".
Mesmo se o chamais a tocar-Vos e distribuir-Vos
ele é humano...
E como é humano!... limitado!... frágil!...
Não fora a Vossa graça, Senhor!...
É por Vós, Senhor.
Só por Vós.
Como sabeis, Senhor,
o Vosso servo é humano...
ajudai-o para que não caia
e se teimar em cair,
suavizai-lhe a queda
e estendei-lhe a mão
para que se levante e Vos siga.
E Vos siga...
como prometeu um dia...
como promete todos os dias...
como Vos promete agora.
E seguindo-Vos se torne parecido a Vós
e possa dizer:
"Já não sou eu que vivo, mas é Cristo que vive em mim" (Gl 2, 20).

1 comentário:

Nova Civilização disse...

Obrigada pelas palavras. Já me senti muito dividida entre as coisas da carne e do espírito. Conflitei -me demais por isso e tb vejo que preciso buscar a Cristo cada dia mais e mais. Seguir seu passos e ensinamentos para que eu esteja cada vez mais lúcida e atenta!

Obrigada,

Gisele.